O estado do ensino da matemática em Portugal...

Relato de uma amiga e colega professora:

Na semana passada comprei um produto que custou € 1,58. Dei à balconista € 2,00 e peguei na minha bolsa 8 cêntimos, para evitar receber ainda mais moedas.

A balconista pegou no dinheiro e ficou a olhar para a máquina registadora, aparentemente sem saber o que fazer. Tentei explicar que ela tinha que me dar 50 cêntimos de troco, mas ela não se convenceu e chamou o gerente para a ajudar. Ficou com lágrimas nos olhos enquanto o gerente tentava explicar e ela aparentemente continuava sem entender.

Por que estou a contar isto? Porque me dei conta da evolução do ensino da matemática desde 1950, que tomou o seguinte rumo:
  • Ensino da matemática em 1950: Um cortador de lenha vende um carro de lenha por €100,00. O custo de produção desse carro de lenha é igual a 4/5 do preço de venda. Qual é o lucro?
  • Ensino de matemática em 1970: Um cortador de lenha vende um carro de lenha por €100,00. O custo de produção desse carro de lenha é igual a 4/5 do preço de venda ou €80,00. Qual é o lucro?
  • Ensino de matemática em 1980: Um cortador de lenha vende um carro de lenha por €100,00. O custo de produção desse carro de lenha é € 80,00. Qual é o lucro?
  • Ensino de matemática em 1990: Um cortador de lenha vende um carro de lenha por €100,00. O custo de produção desse carro de lenha é €80,00. Escolha a resposta certa, que indica o lucro: ( )€ 20,00 ( )€40,00 ( )€60,00 ( )€80,00 ( )€100,00;
  • Ensino de matemática em 2000: Um cortador de lenha vende um carro de lenha por €100,00. O custo de produção desse carro de lenha é € 80,00. O lucro é de € 20,00. Está certo? ( )SIM ( ) NÃO ();
  • Ensino de matemática em 2008: Um cortador de lenha vende um carro de lenha por €100,00. O custo de produção é € 80,00. Se você souber ler coloque um X no €20,00. ( )€ 20,00 ( )€40,00 ( )€60,00 ( )€80,00 ( )€100,00.
E assim vamos de ensino em Portugal... mais uma pérola da inteligência tuga em relação ao estudo de uma das matérias mais fulcrais para o desenvolvimento de um país. Quem é que aguenta tanta estupidez?

Se se sentirem tocados digam alguma coisa de vossa justiça, que eu já não sei o que mais hei-de escrever ao ver o rumo que este país tomou.

Comentários

Paula disse…
Olá,

Estreio-me aqui a comentar o teu blog pq achei fantástico o post de hoje. mm em cheio!
Que sorte eu ter nascido entre os anos 50 e 70....
E, ainda hoje adoro matemática e fico com aquele sorriso malicioso qd num jantar alguem pega num telemovel para dividir a conta pelas cabeças presentes e qd obtém a quantia comenta "pois é, é isso, foste rápida".

Beijos,
Paula
Anónimo disse…
Olá :) Este post é magnifico :)
Isto acontece todos os dias devido ao actual ensino practicado nesta república das bananas. E "melhor" vai ficar agora que a Filosofia vai desaparecer do secundárioo. Um abraço Bogardan
Catarina disse…
Excelente...