FNAC rouba declaradamente...

Que Portugal é uma república das bananas ainda vá, mas persistirmos em sermos parvos...
Subscrevo inteiramente e denuncio uma outra situação.

Dirigi-me à loja Fnac Vasco da Gama para adquirir papel fotográfico Sony Pack 120 folhas.
O preço máximo de venda ao público estipulado pela Sony (de catálogo) é € 36,90, o preço Fnac é € 40,90. Reclamei e prontamente me fizeram o preço máximo recomendado pela Sony € 36,90 e informaram-me ainda que iriam dar procedimento à reclamação e que a situação seria reparada.

Passados mais de 15 dias dirigi-me à Fnac do Cascais Shopping e verifiquei que o preço continua a ser € 40,90. Brincam com todos nós... Todos conhecemos as lojas Fnac, a gigantesca cadeia francesa de "cultura". Pois bem, quando apareceu em Portugal há alguns anos atrás, arrasou literalmente com toda a concorrência nacional.

Lembram-se das grandes livrarias e da Valentim de Carvalho, Loja da Música, Discoteca Roma e outras? Foi tudo "ao ar", pois os preços e a oferta da Fnac eram de facto imbatíveis. Passados estes anos e aniquilada a concorrência, a FNAC começou a mostrar as suas garras.

A boa oferta mantém-se é um facto, mas os preços são absolutamente um roubo. Especialmente nos DVD's e nos CD's. Os livros ainda vão tendo um preço, na maioria dos casos aceitável. Mas se quiser comprar um DVD, vá à Fnac, onde eles estão mais arranjados e ordenados, escolha o que deseja, e depois desça as escadas e vá comprá-lo ao Jumbo (se estiver no Fórum Almada, ou à Worten se estiver no Colombo ou no Algarve, etc.) e vai ficar espantado com a diferença. Vai poupar cerca de € 2,00 - 400$00 por DVD!! E não se deixe enganar pela história dos pontos fidelidade e do "preço mínimo garantido" que ostentam nos vistosos autocolantes verdes. É uma mentira.

Fui gozado pelo responsável de loja da Fnac Almada, Sr. José Parreira, que me disse que se quisesse o preço mínimo que fosse comprar ao Jumbo. E assim fiz: O "pack" da primeira série Friends em Português: € 19,95 no Jumbo e € 21,49 na Fnac. O Smallville 3ª série, € 54,98 na Fnac e € 50,49 nas grandes superfícies. A série ER-Serviço de Urgência em que todas as séries a partir da 2 custam cerca de € 40,00 em TODO o lado e na Fnac estão a € 53,00!! Se mais gente começar a ter esta atitude, a Fnac vai aprender e vai baixar os preços. Temos de mostrar a estes franceses que a galinha dos ovos de ouro não se chama Portugal. Espalhem isto, amantes da "cultura". Obrigado!

Comentários

Teresa Coutinho disse…
Há muito tempo que sabemos que esses senhores não são muito honestos em questão de preços. Desde sempre que os preços nas lojas fnac são mais elevados.

Recentemente, os livros passaram a ter preços de mercado, tendo possibilidade do desconto 10% no caso do cartão Fnac. Mas esse cartão tem uma anuídade de três anos.

Realmente é um negócio da china, enquanto as outras livrarias dão o cartão, sendo cliente habitual com possibilidade do desconto 10%, aqui nas lojas fnac temos de comprar o cartão se queremos ter atenções.
Anónimo disse…
Hà alguns anos atràs, ao abrir, a FNAC do shopping da Guia colocou milhares de cd's, alguns relativamente dificeis de encontrar, a preços a rondar os 6€.

Durante alguns meses vendeu "montões" de cd's e dvd's a preços extremamente baixos, o que levou a maioria das lojas discograficas a fechar as portas... No entanto, apòs eleminar a concorrencia, os preços subiram absurdamente. Um cd que custa numa loja de discos 7€, na FNAC custa 20€! Mesmo os "preços verdes", para quem "compra" o cartão FNAC, são vergonhosos!

Felizmente comecei a comprar este tipo de artigos apenas atravez da web, muitas vezes a menos de 25% do valor da FNAC, inclusive em lojas lusas...

A malta deveria de fazer como eu, que não compro nada nessa cadeia de lojas hà cerca de 4 anos. Iriam ver os preços dos cd's, dvd's livros, etc., descer a pique...