Quem me conhece sabe que desde criança tenho problemas graves nos dentes.

Pois numa dessas crises um grande amigo meu disse-me para ir ao médico dele pois era o melhor desta especialidade. Daí comecei a pensar que a vida daquele homem não seria nenhuma pêra doce.

Imaginem um profissional que é verdadeiramente o melhor na sua profissão. A sua vida deve ser um inferno. E se colocar ajudantes ou assistentes, mesmo assim não vai conseguir dar conta do recado pois se ele é o melhor, tudo o resto vem em segundo lugar. E como toda a gente sabe o segundo lugar é o primeiro perdedor. Desse lugar nunca reza a história infelizmente. O mundo só quer saber dos primeiros lugares. Coitados dos assistentes nunca saberão o que é saborear o primeiro lugar na profissão onde estão. Já consigo imaginar as filas em frente do consultório deste indivíduo. Maiores que a fila de desempregados na época de recessão americana.

E a vida familiar? Mas qual vida familiar? Simplesmente não existe. Nem sequer vida particular. O homem deve estar permanentemente metido em cáries, arranjos, coroas, placas, pontes, etc. Os seus colegas de profissão deverão olhar para ele com desdém e deverá gerar grande frustração aos seus pares. Tudo isto porque simplesmente é o melhor na sua profissão.

Comentem e digam de vossa justiça se conhecem alguém nestes termos e vamos prestar homenagem a todos os melhores da sua profissão.

Comentários