Revolucionariamente Portugal...

Se saíssemos do euro o que nos poderia acontecer? E se saíssemos da UE? Muita gente seria célere em arranjar desculpas para nos assustar em relação a estas questões trazendo para a mesa discussões acerca de o quanto ruinoso seria para nós como país e como povo.

Eu não acredito de todo que assim fosse e vou indicar porquê. A dívida que actualmente possuímos com a Europa seria transformada em Escudos e poderíamos começar a trabalhar internamente para a pagar recorrendo aos nossos recursos... pagar a nossa libertação dos mercados, seria a tónica dominante na nossa vida desse momento em diante. Cada país retornaria à sua própria moeda, fecharia as fronteiras e desenvolveria a sua própria economia exportando o que conseguisse e consumindo o que produzisse.

A economia proteccionista é o caminho para retomar a produtividade e o emprego. Os defensores da globalização têm os dias contados pois foram eles que trouxeram todas estas desgraças a este país. Todos temos culpas no estado em que temos o país. Votos mal entregues, fraca vigilância das instituições públicas e muitas outras falhas trouxeram-nos até este marco da história recente do nosso país e até mesmo do mundo.

Somos responsáveis por muita da desgraça que se abateu sobre nós. Somos péssimos em termos de orgulho do que é nosso e permitimo-nos concluir que o problema é sempre dos outros e da conjuntura e nunca de nós próprios. Somos e seremos sempre iguais a nós próprios. Está na hora de mudar e dar mais importância a Portugal como povo e como nação do que importância a mercados e especuladores.

Comentem e digam-me se isto faz sentido e se teria "pernas" para andar uma vez que fossem estabelecidas as fundações para recuperar o nosso país sem intervenção de estrangeiros.

Comentários