O Informático também é gente...

Pormenores que a sociedade necessita saber acerca do "Informático"!

  1. O Informático também dorme. Pode parecer mentira, mas o Informático necessita de dormir como qualquer outra pessoa. Esqueçam que ele tem telemóvel e telefone em casa. Liguem apenas e somente para o escritório;
  2. O Informático também come. Parece inacreditável, mas é verdade: o Informático também necessita de se alimentar e existem horas específicas para isso;
  3. O Informático pode ter família. Essa é a mais incrível de todas: mesmo sendo um Informático, a pessoa necessita de descansar no fim-de-semana para poder dar atenção à família, aos amigos e a si próprio, sem pensar ou falar em informática, impostos, formulários, consertos e demonstrações, manutenção, vírus, etc.;
  4. O Informático, como qualquer cidadão, precisa de dinheiro. Por essa é que vocês não esperavam, hem? É surpreendente, mas o Informático também paga impostos, compra comida, necessita de combustível, roupas e sapatos, e ainda consome chocolate e outras coisas para conseguir relaxar e descansar o cérebro… Nunca peçam aquilo que não podem pagar ao Informático;
  5. Ler e estudar também é trabalho... e trabalho sério. Podem parar de rir. Não é nenhuma anedota. Quando um Informático está concentrado num livro ou numa revista especializada, ele está a adquirir mais conhecimentos como profissional, logo... está a trabalhar;
  6. De uma vez por todas, vale muito reforçar esta questão: o Informático não é nenhum vidente, não joga Tarot e nem tem uma bola de cristal, pois se acham tudo isto... demitam-no e contratem um técnico PARANORMAL ou um DETECTIVE. Ele necessita de planear, organizar-se e assim ter condições para fazer um bom trabalho, seja de que tamanho for. Prazos são essenciais e não um luxo… Se querem um milagre, rezem o suficiente, façam jejum e deixem o pobre do Informático em paz;
  7. Em reuniões de amigos ou festas de família, o Informático deixa de ser o Informático e reassume o seu lugar de amigo ou parente, exactamente como era antes dele entrar nesta profissão. Não peçam conselhos ou dicas… ele tem o direito de se divertir tal como os demais;
  8. Não existe apenas um "levantamentozinho", uma "pesquisazita", um "resumito", um "programinha ou programeta para controlar a minha loja", um "problemazito quando a máquina não liga", um "sistemazito", uma "passadinha rápida (aliás o tempo começa a contar desde que que saímos do escritório e acaba quando chegamos)", esqueçam, pois os "inha, ito e os inho (programinha, sistemazinho, olhadita, etc.)" pois os Informáticos não resolvem este tipo de problemas. Levantamentos, pesquisas e relatórios são fruto de análises cuidadosas e requerem muita atenção e dedicação. Esses tópicos podem parecer inconcebíveis a uma boa parte da população, mas servem para tornar a vida do Informático, um pouco mais suportável;
  9. Quanto ao uso do telemóvel: ele é uma ferramenta de trabalho. Por favor, liguem, apenas, quando estritamente necessário. Fora do horário de expediente, mesmo que ainda duvidem disso, o Informático pode estar a fazer algumas coisas que nem vos passou pela cabeça que ele fazia, como dormir ou namorar, por exemplo;
  10. Pedir a mesma coisa várias vezes não faz o Informático trabalhar mais depressa. Solicitem e depois aguardem pelo prazo dado pelo Informático para término do trabalho;
  11. Quando o horário de trabalho do período da manhã vai até às 13:00, não significa que podem ligar às 12:58. Se pretendiam cometer essa gafe, liguem só depois da hora de almoço (relembrem-se do item 2). O mesmo é válido para a parte da tarde: liguem só no dia seguinte;
  12. Quando o Informático estiver a apresentar um projecto, por favor, não bombardeiem com milhares de perguntas durante o evento. Isso tira toda a concentração, além de chatear bastante. ATENÇÃO: Evitem perguntas que não tenham a ver com o projecto, do tipo como… obviamente que entendem esta parte;
  13. O Informático não inventa problemas, não muda a versão do Windows, não tem relação com os vírus, não é culpado pela má utilização dos equipamentos, Internet e afins. Não reclamem! O Informático com toda a certeza fez os possíveis para que pagassem menos. Se querem remendar, remendem, mas antes despeçam o Informático e contratem alguém que faça uns remendos temporários;
  14. Os Informáticos não são os criadores dos ditados "o barato sai caro" e "quem paga mal paga em dobro". Mas eles concordam totalmente com esses ditos populares;
  15. E, finalmente, o Informático também é filho de um DEUS (conforme a sua religião) e não filho disso que vocês passam a vida a pensar.
Agora, depois de aprenderem mais sobre a sua profissão, o Informático agradece. Vamos parar de chamar os profissionais das Tecnologias de Informação, de "Informáticos" e de "Gajos que Arranjam Computadores". Por incrível que pareça as profissões têm nome, e esses nomes podem ser: Engenheiro de Projectos, Analista de Sistemas, Engenheiro de Telecomunicações, Programador, etc. Nunca se viu chamar o Engenheiro Civil de "TROLHA", ou um médico de "TALHANTE" ou um dentista de "GAJO QUE ARRANJA OS DENTES". Vamos mostrar mais respeito por uma profissão digna e bastante crítica nos dias de hoje.

Comentários