Exercício regressivo...

Mais uma ideia idiota veio à minha mente: que tipo de vida teriam as pessoas com quem cruzámos na nossa vida se nunca tivéssemos nascido ou no mínimo, nos encontrado?

É realmente um exercício difícil e um trabalho deveras bizarro de imaginar e fazer. São tantas as pessoas com quem cruzamos durante uma vida e que, de um modo ou de outro, tocámos, que a simples ideia de fazer um artigo sobre o assunto já é assustador.

Que vos pareceria a ideia de uma pessoa que mais gostam, de repente, ter seguido um destino totalmente diferente só porque nunca privaram convosco? Nunca "tocar" uma pessoa a este nível, liberta-a para outros destinos que jamais podemos descrever ou, sequer, imaginar.

O "efeito borboleta" entra aqui em cena, onde a cada pessoa que conhecemos e ouve as nossas ideias, vamos moldar mesmo que seja em modo infinitesimal, o seu modo de vida. Muitas pessoas nem se apercebem do quanto outras são importantes no seu percurso de vida.

Este efeito, que faz parte da Teoria do Caos, indica que se tivermos o mínimo que seja de influência em alguém, essa influência era reproduzir-se de forma cíclica e exponencial à volta do mundo num período de tempo que não será calculável de forma exacta e durante um ciclo variável conforme a influência da pessoa a quem incutimos a nossa sabedoria.

Isto também pode ser aplicado à questão comercial onde um cliente satisfeito espalha no seu círculo de amigos mais próximos a opinião acerca da qualidade e satisfação do serviço ou produto adquirido a um qualquer fornecedor. No entanto, e como reverso da medalha, se a sua opinião for negativa, irá espalhar a sua opinião pelo máximo de pessoas que conseguir apanhar na sua esfera de influência, acelerando um sistema de forças que se iniciam na má qualidade dos serviços ou produtos do fornecedor em questão.

Como vêem esta questão é bastante mais complexa do que à primeira vista possa transparecer. Todos influenciamos alguém e todos recebem influência de alguém. Uma palavra africana que pode traduzir claramente este conceito será UBUNTU. Esta palavra com origens na África-do.Sul nas tribos Zúlus e Xhosa, determina uma questão essencial para a existência humana: uma pessoa torna-se numa pessoa devido às demais pessoas. Por outras palavras, se à nossa volta tivermos boas influências, iremos absorver essas atitudes e torná-las nossas, mas se pelo contrário tivermos más influências, seremos tão ou piores que elas.

Portanto é obrigatório que pensemos neste conceito todos os dias da nossa vida para que outras pessoas possam ser bem influenciadas por nós e desse modo o "efeito borboleta" se espalhe muito depressa pelo mundo dos humanos, derivando em boas atitudes e boas auras.

Digam-me o que pensam sobre esta questão e se já conheciam este conceito sul-africano.

Ubuntu para todos!!!


Comentários

Joana Cardoso disse…
Não, não conhecia o termo. E apesar de te conhecer apenas há pouco mais de uma semana já transformas-te completamente a minha vida, no que mais não seja dando-me conhecimento de um mundo completamente à parte... Obrigada pelos ensinamentos, pela confiança e pela sinceridade...
ubuntu |oǒ'boǒntoō|

Ubuntu is an ancient African word meaning ‘humanity to others’. It also means ‘I am what I am because of who we all are’.