Rapazinhos abastados...

Sou administrador em vários grupos de discussão tecnológica no Facebook. Em todos eles existem centenas ou mesmo milhares de utilizadores, que discutem fervorosamente tudo o que os une a esses grupos. De entre esses utilizadores todos, existe sempre um certo grupo padrão em que o seu comportamento é o de fazer uma demonstração de poder económico sem no entanto fazerem ideia que o estão a fazer.

Este tipo de atitude num forúm ou grupo de tecnologia em qualquer rede social, cai muito mal nos restantes utilizadores devido ao facto de os restantes possuírem poucos ou nenhuns recursos próprios e "salivam" de cada vez que algum dos meninos abastados vêm referir que compraram o telefone X ou o computador Y ou o componente Z.

Como se isso não chegasse, vêm pedir conselhos sobre como usar esses recursos que apenas adquiriram porque o podem fazer sem realmente fazer ideia de como osb utilizar ou alterar para obter melhor performance. Muitos deles nem sequer os vão usar e vão apenas amontoá-los a um canto e correrem atrás de mais algum componente ou recurso que ouviram falar a alguém que tanto o desejava ter porque, efectivamente necessitava dele.

Este meu artigo vai apenas de encontro a um desabafo que vi alguém escrever num desses grupos dos quais faço parte e que chamava a atenção para o pavoneamento desses elementos cheios de dinheiro e "metidos à besta" (nas palavras de quem escreveu o artigo originalmente). Não lhes chega comprarem as coisas e usarem-nas discretamente. Têm de fazer disso uma bandeira ondulante ao vento e com gosto por achincalhar quem não pode adquirir esses recursos.

Já alguns foram banidos destes espaços por esta atitude e outros irão seguir-se se continuarem a manter esse tipo de atitude abusadora ("bullying" tecnológico), fanfarrona, pretensiosa e arrogante para com os seus pares. Existem regras que antes de se integrarem nos grupos, deveriam ler, de modo a não provocarem atritos, batalhas verbais e ameaças veladas a quem anda pelas redes sociais à procura de ajuda e de apoio nas suas questões tecnológicas.

Parece algo absurdo de acontecer mas existe e até eu pensava que era apenas uma questão de falar com as pessoas em questão mas não é assim tão simples. São pessoas que fazem orelhas moucas ao respeito pelos demais e seguem pavoneando o seu ego como se nada fosse com eles. Terão surpresas, brevemente. Como disse, isto é um desabafo e nem sequer muito estruturado.

Apeteceu-me revelar a existência destes elementos fora do âmbito dos grupos onde estão inseridos, para que outras pessoas conheçam as suas atitudes reprováveis. Se têm dinheiro e o podem gastar... que se remetam à sua paz e canto e o usufruam sem atirar a sua riqueza à cara de todos os outros.

Não sou contra as posses dessas pessoas, sou apenas contra a sua atitude arrogante e prepotente. Nada mais. Espero que entendam a minha posição e digam-me o que pensam deste tipo de atitudes dentro e fora das redes sociais.

Comentários